3.10.11

Trocas Inteligentes


        Não, não é uma reportagem de revista de dietas, são apenas dicas para você começar sua reeducação alimentar, sem sofrimento, se ainda não o fez.

        A base da reeducação alimentar, para mim, nada mais é do que fazer trocas inteligentes na sua alimentação. Sem diminuir quantidades, a princípio, nem pular refeições, apenas fazer substituições. Abaixo vou listar as trocas que considero mais inteligentes:

Refinado por Integral

     Um dos fatores mais prejudiciais e que ainda é muito forte na cultura brasileira é o consumo exagerado de carboidratos com alto índice glicêmico, pão, massa, bolo e arroz branco. Esse grupo eleva rapidamente o nível de açúcar no sangue, sendo responsável por doenças cardíacas, diabetes e excesso de peso. Já os mesmos alimentos em versão integral, possuem baixo índice glicêmico, são muito mais ricos em nutrientes, além de serem repletos de fibra. Sendo assim, os integrais são muito mais saudáveis e contribuem fortemente para a manutenção do peso.

         Quanto ao arroz e macarrão, as versões integrais são muito parecidas, é só uma questão de hábito. Quanto ao pãozinho francês, pense na praticidade de comprar um pacote de pão integral, existem inúmeras opções no mercado, com certeza você vai encontrar um que goste. Aqueça seu pãozinho integral de manhã e me conte se não é uma troca inteligente.

Fritura por assado, grelhado, cozido ou refogado

         Sobre esse tópico acho que não preciso explicar muito, não é? De qualquer forma vou só lembrar que as calorias de um alimento frito pode dobrar ou até triplicar se for empanado. Além disso, a fritura é altamente prejudicial à saúde.

         Tudo que você faz frito, com certeza pode ser preparado assado, grelhado, cozido ou refogado. Se você se alimenta muito fora de casa, certamente encontra opções sem fritura, basta fazer a escolha certa.

Azeite virgem por extra virgem



Para temperar a salada, prefira o azeite extra virgem. Para saber sobre as razões, leia Benefícios do Azeite de Oliva, no blog da nutricionista Verônica Laino.

Na hora de escolher, observe o percentual de acidez, o verdadeiro extra virgem possui acidez igual ou inferior a 0,5% e quanto mais baixa, melhor a qualidade do azeite.

Integral ou normal por desnatado ou light

     Se você consome leite e iogurte, opte pelos desnatados. Se você usa margarina, requeijão e/ou queijo nas suas refeições, prefira as versões light. Isso todo mundo já faz, não é?

Chocolate ao leite por meio amargo

         Chocolate póóóde! Já está claro que o cacau tem seu valor para a saúde, o problema é o açúcar e a gordura que o acompanham no chocolate. Para tirar proveito sem se prejudicar, o ideal é optar pelo meio amargo e consumir um pedaço pequeno por dia. Para formigas e chocólatras como eu, um pedacinho pode saciar sem comprometer.

Açúcar por Adoçante

        Colocar açúcar em sucos já não é necessário, mas no café ou chá a troca por adoçante (NATURAL) é uma questão de hábito. Se não gostar do sabor do adoçante, experimente sem adoçar, você pode se acostumar.

      Na escolha do adoçante, evite o aspartame, geralmente a versão em pó contém esse ingrediente, que estudos apontam como cancerígeno. Os mais indicados são os NATURAIS, como o stevia e a sucralose, pois os artificiais são prejudiciais à saúde.

Doce por fruta ou iogurte

       Esse pode ser o item mais difícil para pessoas que não vivem sem um docinho. Para mim, fruta e iogurte não são doces, mas às vezes eu improviso. Morango com mel e banana assada com canela, por exemplo, são uma delícia. Versões light ou integrais também são bem vindas, assim como o pedacinho de chocolate meio amargo. E aquele doce maravilhoso e insubstituível, a gente deixa para o fim de semana. Esse item eu preciso ler todos os dias rsss.



Você não precisa fazer todas as mudanças de uma vez, pelo contrário, o ideal é que faça uma de cada vez e incorpore os novos hábitos, sem sofrimento e de forma definitiva. Não é dieta, é reeducação alimentar. Primeiro escolha a troca que lhe parece mais fácil, assim que estiver tranquilamente adaptado (a), passe para a segunda troca e assim por diante.

        Não precisa entrar em depressão pensando que nunca mais vai comer um pãozinho francês, uma coxinha ou um bolo recheado. De vez em quando pode, o importante é mudar as regras do seu dia a dia. Já ouviu falar que o problema não é mergulhar, mas sim permanecer embaixo d’água?

Se você estiver acima do peso, vai emagrecer naturalmente, aos poucos e de forma saudável. Caso consuma porções exageradas, acrescente o item “Não Repetir” e “Consumir Porções de Bom Senso” na sua lista e escolha apenas um dia da semana para dar seus “mergulhos” até que alcance o peso ideal. Em breve farei outro post útil para você associar com esse!

         Tem mais alguma troca inteligente para sugerir? Conte para a gente!


OBS: São apenas sugestões, não deixe de procurar um médico e/ou nutricionista para orientações personalizadas.
        
         

8 comentários:

  1. Adorei, já faço algumas trocas, mas ainda falta!!!!É difícil mudar os habitos, mas não é impossível.Seu blog é uma delícia, adorei e estou seguindo, eu postei meu esmalte da blogagem coletiva com chocolate meio amargo, viu como já faço algumas trocas inteligentes? Beijo enorme, Andrea.
    http://andreemaki.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. trocar o controle remoto por exercicio fisico!!!! bjoss

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito das dicas. Seria interessante com essas dicas inteligentes viessem uns exercícios para ajudar a emagrecer.
    Sávia Mello

    ResponderExcluir
  4. Adorei a sugestão Sávia!!! Vou providenciar!

    ResponderExcluir
  5. Boas dicas, porém preste atenção ao indicar algumas delas.

    O azeite de oliva não deve substituir o óleo no preparo de refeições. Ele deve ser utilizado apenas para temperar saladas, pois apresenta um potencial benéfico quando em temperatura ambiente. Quando é submetido a altas temperaturas, o azeite perde seus benefícios e fica carregado dos temidos radicais livres. Portando, a melhor opção para culinária continua sendo o bom e velho ÓLEO DE SOJA.

    Já o adoçante pode ser considerado como um remédio para pessoas diabéticas, e não é adequado para o uso da população em geral.
    Ao invés de trocar o açúcar refinado por adoçante, troque por açúcar mascavo ou açúcar demerara, pois estes são mais ricos em vitaminas. Caso não se acostumem com o gosto característico destes açúcares, pode-se utilizar também o açúcar cristal.

    Até mais.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo, qto ao óleo já li diferentes pesquisas, como essa: "Pesquisadores da Espanha têm uma boa notícia para quem aprecia frituras: o uso de azeite de oliva ou óleo de girassol para cozinhar não foi associado a doenças cardíacas ou morte prematura. Os resultados saíram no British Medical Journal. "

    Qto ao adoçante, eu recomendo no texto adoçantes NATURAIS, eles são sem duvida mais saudáveis que açúcar, mesmo nas versões demerara e mascavo e ainda não engordam.

    Julia

    ResponderExcluir
  7. Olá Julia Gabas, tudo bem?
    Obrigada por colocar o link da minha matéria no seu blog!
    Hoje postei uma matéria falando sobre os adoçantes artificiais, acho que você vai se interessar: http://blog.veronicalaino.com.br/2013/02/18/adocantesartificiais/
    Um Abraço,
    Verônica Laino

    ResponderExcluir

Comente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...